tudo-sobre-contratacao-de-cuidador-de-idosos-empresa-de-home-care-em-porto-alegre-cuidador-de-idosos-enfermagem-domiciliar.jpg
  • 13 de abril de 2022
  • José Eduardo Guterres
  • 0

A profissão de cuidador de idosos cresceu mais de 500% nos últimos anos aqui no Brasil e a procura por serviços destes profissionais também. Este crescimento da ocupação ocorre pelo envelhecimento populacional, pois cada vez mais idosos demandam uma atenção especial e nem sempre as famílias têm disposição e tempo para dedicar aos cuidados com os pais e avós idosos.

Ainda assim, a tendência é de crescimento na profissão nos próximos anos, afinal, a expectativa do IBGE é que até 2050 a população idosa represente cerca de 22% da nossa sociedade.

Com este cenário, é preciso conscientizar a população sobre a profissão de cuidador de idosos e como contratar estes profissionais para de forma correta. Confira no texto abaixo tudo o que você precisa saber sobre cuidador de idosos!


A PROFISSÃO DE CUIDADOR

Ainda sem regulamentação específica, a profissão de cuidador é regida pela Lei Complementar 150/2015, derivada da PEC das Domésticas, que vale para todos os trabalhos realizados em ambiente doméstico. 

No entanto, a profissão está enquadrada no CBO (Classificação Brasileira de Ocupações) sob o código 5162-10 para “Acompanhante de idosos, Cuidador de pessoas idosas e dependentes, Cuidador de idosos domiciliar, Cuidador de idosos institucional, Gero-sitter”, e defino cuidador como alguém que “cuida a partir dos objetivos estabelecidos por instituições especializadas ou responsáveis diretos, zelando pelo bem-estar, saúde, alimentação, higiene pessoal, educação, cultura, recreação e lazer da pessoa assistida”.

O profissional cuidador de idosos atua tanto no ambiente domiciliar do paciente, como em instituições de longa permanência para idosos, asilos, casas de repouso e outros espaços que fornecem infraestrutura de cuidado para a terceira idade.


COMO É SER UM CUIDADOR DE IDOSOS

Dedicar-se ao cuidado com a saúde e a vida de alguém é honroso e satisfatório! Além de ser uma profissão muito respeitável, tem ganhado cada vez mais destaque no cenário nacional com tendência de crescimento nas oportunidades do mercado de trabalho.

Claro que, assim como todas as outras profissões, há momentos de dificuldade, cansaço, estresse, frustração e sobrecarga que exigem preparo físico e emocional para lidar, sem que o cuidado com o idoso seja comprometido. Por isso é fundamental estar preparado e capacitado para saber como reagir às situações adversas que podem ocorrer, como: piora no quadro de saúde do idoso, conflitos familiares no ambiente domiciliar, mudança de rotinas e até mesmo com a morte do paciente.

Portanto, se você deseja se tornar um cuidador de idosos, procure por cursos de formação e capacitação profissional que lhe permitam compreender e preparar-se para as situações pertinentes à profissão. Participe de comunidades para trocar ideias e experiências, mas cuide de si mesmo em primeiro lugar, pois somente assim conseguirá garantir o melhor cuidado aos idosos que dependem de você.


CURSOS PARA FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE CUIDADORES

Com o crescimento da demanda e visibilidade da profissão nos últimos anos, houve também um aumento nos cursos para formação e capacitação de cuidadores (profissionais e familiares) em instituições de ensino e de saúde, presencial e na modalidade EaD (Ensino à Distância).

No entanto, com a falta de regulamentação da profissão, não há uma regulamentação específica para a formação de cuidadores e, consequentemente, existem cursos que oferecem o certificado, mas não preparam o profissional de forma teórica e prática para o mercado de trabalho.

Se você quer se tornar um cuidador profissional e se destacar no mercado, procure por cursos em hospitais e instituições de ensino renomadas, como universidades, por exemplo, que ofereçam aulas presenciais, atividades práticas e estágio supervisionado. Dessa forma você com certeza vai ser um profissional bem preparado e terá muitas oportunidades.


HABILIDADES E QUALIDADES DO CUIDADOR DE IDOSOS

Além de ter uma boa formação, para ser um bom cuidador de idosos é preciso ter algumas habilidades para desenvolver rotinas de cuidado com qualidade e competência. Se você deseja se tornar um cuidador, ou ainda está procurando um cuidador para seu familiar, confira abaixo as habilidades necessárias para um bom cuidador:

  • HABILIDADES TÉCNICAS: saber como lidar com o envelhecimento e auxiliar o idoso nas atividades da vida diária, garantindo a segurança do paciente. Busque por conhecimento e experiências, não somente por certificações.
  • HABILIDADES EMOCIONAIS: possuir equilíbrio emocional, ser paciente, respeitoso, tolerante, gentil, cordial, observador e compreensivo para não permitir que seus sentimentos interfiram no cuidado, mantendo sempre a postura profissional.
  • HABILIDADES FÍSICAS: possuir disposição, energia, agilidade, pró-atividade para lidar com diferentes graus de dependência de idosos. Quando há conhecimento técnico sobre manejo físico, a utilização da força é minimizada.
  • QUALIDADES ÉTICAS E MORAIS: ser discreto e profissional para manter-se dedicado ao cuidado, respeitando as necessidades, expectativas e limitações de cada idoso. Empregadores também podem solicitar a certidão de antecedentes criminais.
  • QUALIDADES INTELECTUAIS: saber falar e manter o tom de voz adequado, bem como ter domínio da leitura e compreensão de textos para lidar com o manejo de medicações complexas e interpretação de bulas. Além disso, é preciso ter a capacidade de saber tomar decisões rápidas para possíveis situações de emergência, sempre com calma e de forma assertiva.
  • HABILIDADE CRIATIVAS: em sua proatividade o profissional cuidador deve ter habilidades para propor atividades terapêuticas que estimulam o corpo, a mente e a memória do idoso, seja através de jogos, caminhadas, alongamentos, pinturas, recortes, jardinagem e outras, sempre respeitando a história, desejos e limitações do seu paciente.
  • HABILIDADES COMUNICATIVAS: saber ser claro e objetivo para se comunicar de forma efetiva, sempre com tom de voz e vocabulário adequado, afinal idosos são de outras épocas e podem não reconhecer ou entender gírias. Além disso é importante sempre comunicar sobre as atividades e procedimentos que serão realizados, assim é possível passar tranquilidade e facilitar o cuidado. Ao garantir o suporte emocional, conversar com o idosos, saber ouvir e respeitar sua história também é muito importante.

ATRIBUIÇÕES DO CUIDADOR DE IDOSOS

Como vimos acima, o cuidador é um profissional que atua no cuidado com a saúde e o bem-estar do idoso assistido. No entanto, existem muitas discussões sobre a as tarefas que são atribuídas a este profissional, principalmente aos que atuam no ambiente domiciliar.

Por estar enquadrado na categoria de trabalhadores domésticos, alguns empregadores entendem que o cuidador deve ser ser o profissional responsável pelas atividades de cuidado com o idoso e com as tarefas de cuidado com a casa, como limpar, cozinhar, cuidar das roupas, entre outras. Mas na verdade estas atividades não fazem parte das atribuições do cuidador de idosos.

As atribuições do cuidador de idosos ficam restritas ao cuidado com a saúde, medicação, higiene, alimentação, lazer, entretenimento e qualidade de vida. Confira abaixo as atividades pertinentes ao profissional cuidador de idosos:

  • CUIDADOS DE HIGIENE

Ao contrário do que muitos pensam, a higiene do idoso não se limita ao banho, mas envolve todas as rotinas de higiene corporal, higiene íntima, higiene oral, higiene capilar, hidratação da pele e cuidados com as unhas, barbas e cabelos. Todas estas rotinas são fundamentais para a manutenção da saúde do idoso, afinal estes cuidados previnem doenças e infecções, mas também proporcionam a sensação de bem-estar.

  • CUIDADOS COM MEDICAÇÕES

Com o avanço da medicina, os medicamentos possibilitam que as pessoas vivam mais tratando doenças crônicas e prevenindo eventos que afetam a saúde, como o AVC. Portanto, garantir que o idoso faça o uso correto dos medicamentos é uma das principais atribuições do cuidador.

Além disso, o cuidador organiza as medicações, controla as quantidades para que não falte, promove o descarte dos medicamentos vencidos e, sobretudo, evita que o idoso realize a automedicação.

  • CUIDADOS COM ALIMENTAÇÃO

O cuidador deve promover uma alimentação saudável, estimular o idoso a ingerir água e outros líquidos para prevenir a desidratação e auxiliar, bem como fazer o preparo de lanches (sanduíches, cafés, corte de frutas, entre outros). Afinal, uma alimentação balanceada, com  mínimo possível de alimentos processados e ultraprocessados, é fundamental para a manutenção da saúde em todas as idades.

O preparo das refeições não deve ser uma atribuição do cuidador, exceto quando o idoso tem capacidade de participar da atividade. Como especialistas em cuidado com idosos em casa, sabemos que enquanto o cuidador está ocupado cozinhando, o idoso fica desassistido e pode sofrer acidentes, como quedas.

  • ENTRETENIMENTO E LAZER

Estudos apontam que atividades terapêuticas que estimulam a cognição, memória e motricidade promovem a manutenção da autonomia e independência do idoso, mas também garantem a qualidade de vida e bem estar. Portanto, o cuidador deve ter habilidades criativas e intelectuais para inserir estas atividades na rotina do idoso, como: arrumar a cama, dobrar roupas, cultivar uma horta e plantas, jogos de cartas e tabuleiros, leitura, musicoterapia, alongamentos, caminhadas e outras atividades.

Todas estas atividades devem respeitar as limitações de cada idoso e são  e benéficas para o trabalho do cuidador que terá sua rotina repleta de tarefas prazerosas.

  • ACOMPANHAMENTO

também é dever do cuidador estar sempre acompanhando o idoso em mercados, passeios, consultas médicas, exames e outras atividades externas, pois estas oferecem grandes riscos de acidentes e quedas ao idoso, principalmente àqueles que possuem limitações ou distúrbios de mobilidade.

Tanto para o profissional, quanto para quem contrata um cuidador de idosos é fundamental ter a consciência de que este é um profissional de saúde e suas atribuições são direcionadas à saúde e ao bem estar do idoso, garantindo suporte físico, social e emocional, além de prevenir quedas e acidentes. Portanto, o cuidador não deve ser o responsável pelos cuidados domésticos, pois enquanto estiver ocupado com estas tarefas deixará o idoso desassistido, colocando sua integridade e sua vida em risco.


COMO CONTRATAR CUIDADOR DE IDOSOS

Existe uma série de pontos que devem ser observados na hora de contratar um cuidador de idosos ou uma empresa especializada no serviços. Portanto, listamos abaixo os aspectos mais importantes que vão garantir o melhor cuidado ao idoso e a melhor experiência para a família que está contratando e para o cuidador que vai ser contratado. Confira:

FORMA DE CONTRATAÇÃO: atualmente existem diversas formas de contratar cuidadores, seja através de contratos de trabalho, agência de emprego, sites e aplicativos, cooperativas ou empresas de home care, como a Personale Saúde.

  1. CONTRATO DE TRABALHO PARTICULAR OU POR AGÊNCIA DE EMPREGO: se você escolher contratar o cuidador ou os cuidadores por conta própria, precisa selecionar os profissionais, analisar as experiências, redigir o contrato de trabalho com os dias, horários e atribuições do cuidador, fazer o registro na carteira de trabalho, pagar o salário, transporte, encargo de E-Social, 13º salário, férias e ainda gerenciar as possíveis situações de folgas, faltas e atestados. Este é um dos formatos mais comuns de contratação, mas exige muito tempo e disposição, além de causar muito estresse para as famílias que ficam expostas à faltas e ações trabalhistas.
  2. SITES E APLICATIVOS: existem formatos “uberizados” de contratação de cuidadores, nos quais você preenche formulários com suas necessidades e a plataforma lhe indica os profissionais para contratação. Geralmente os pagamentos são feitos na plataforma, mas a empresa que oferece o serviços não se responsabiliza pelos cuidadores. Além disso, é comum que não haja processo seletivo e nem filtros de profissionais para adequar às necessidades e expectativas de cuidado. Assim você se depara com a rotatividade de pessoas ou ainda com a insuficiência de cuidados, o que pode colocar a vida de seu familiar idoso em risco.
  3. COOPERATIVAS: assim como os sites e aplicativos, você paga uma cooperativa pelas indicações, mas ainda assim precisa pagar os profissionais e, caso não haja um contrato de trabalho bem definido entre as partes, a família ainda fica altamente exposta ao risco de ficar desassistido em caso de faltas e atestados, bem como ações judiciais na justiça do trabalho.
  4. EMPRESA DE HOME CARE: sem dúvida, escolher uma empresa de cuidadores, como a Personale Saúde, é a melhor alternativa para a família. Em nossa experiência de 25 anos de atuação com mais de 2.000 família, fazemos todo o processo de contratação, gestão e supervisão da equipe de cuidadores, com planos de atendimento e perfil de profissional adequando às necessidades e expectativas do paciente e da família, além da cobertura imediata em casos de folgas, faltas e atestados, bem como a isenção da responsabilidade trabalhista para a família.

CARGA HORÁRIA DE TRABALHO PARA CUIDADOR DE IDOSOS: este é um ponto que merece atenção em todos os formatos de contração listados acima, afinal, é preciso equilibrar a necessidade de cuidado do idoso com a jornada de trabalho do cuidador para que não haja sobrecarga de trabalho nem perda na qualidade do atendimento. Conheças as jornadas mais comuns:

  1. JORNADA DE 6 HORAS: é um turno que não deve sobrecarregar o cuidador, mas também pode ser insuficiente para a necessidade do idoso e de sua família. além disso, mesmo com uma jornada reduzida, não é recomendado que um cuidador trabalhe todos os dias da semana, pois haverá momentos em que o cansaço poderá fazê-lo adoecer e se afastar do trabalho, deixando a família desassistida e exigindo uma reorganização imediata dos membros familiares.
  2. JORNADA DE 8 HORAS: muito comum no regime CLT, mas para cuidados com idosos pode não ser a melhor alternativa, afinal, sabemos que o idoso demanda cuidados todos os dias e não somente de segunda à sexta-feira. Caso opte por uma jornada de 8h diárias, tenha uma equipe com profissionais para revezamento.
  3. JORNADA DE 10 HORAS: é a mais indicada, quando acompanhada de uma intrajornada (descanso) de 36 horas. Assim, o cuidador trabalha um dia ou uma noite (12h) e descansa do seguinte. Para o atendimento em um dos turnos, todos os dias, você precisa de 2 profissionais que se revezam. Mas para atendimento 24 horas por dia, 7 dias na semana, é necessário montar uma equipe com 4 pessoas para garantir o melhor cuidado ao idoso sem sobrecarga ao profissional.
  4. 24 HORAS OU MAIS: não é recomendada uma jornada com tantas horas de trabalho, pois além de custar muitas horas extras, essa jornada longa vai causar cansaço no profissional que, inevitavelmente, dormirá durante o trabalho e colocará o idoso em risco de quedas e acidentes por não estar bem assistido.

É importante destacar que cada idoso possui necessidade de cuidados individuais e cada família possui uma organização de tempo distinta. Portanto, não existe uma única forma de escolher a carga horária. Sabendo disso, a Personale Saúde oferece contratos flexíveis com dias e horários adequados às necessidades de cada idoso e família, sempre organizado o melhor formato de equipe e jornada de trabalho para a melhor experiência de cuidado.

ORGANIZAÇÃO DE DIAS, HORÁRIOS E TURNOS DE CUIDADORES: como visto acima, existem diversas jornadas e, para adequar as diferentes realidades, surgem diversos formatos de organização. O melhor formato vai depender do que você precisa, mas é importante prestar atenção nas dicas abaixo.

  1. Evite profissional de segunda à sexta-feira com uma outra pessoa dando cobertura no final de semana. Em curto prazo, você ficará desassistido, pois não há quem se comprometa a trabalhar todos os finais de semana e, consequentemente, haverá rotatividade de profissionais que poderá causar desconforto para o idoso e muito estresse para a família.
  2. Outra contratação muito comum, para comodidade da família, é o profissional que atende no final de semana iniciar a jornada na sexta-feira à noite e encerrar na manhã de segunda-feira. No entanto, o profissional que fica 48 horas “trabalhando” precisa dormir e, neste momento, colocará a integridade e a saúde do idoso em risco. Além disso, essa jornada estendida ainda aumenta o risco de eventuais ações judiciais contra a família.
  3. Também pensando em reduzir a quantidade de profissionais que atendem o idoso, famílias e até mesmo empresas adotam o formato de 2 cuidadores trabalhando 24h cada. Mas como visto acima, essa jornada muito longa causa cansaço excessivo ao profissional que vai perdendo sua capacidade de atenção, fica cansado e dorme na casa do idosos, colocando-os em risco de quedas e acidentes.

Na Personale Saúde sabemos que cada idoso e cada família tem necessidades e expectativas distintas e, portanto, oferecemos planos de atendimento personalizados, com dias, horários e turnos adequados para cada caso. Nossos especialistas em gestão de atendimento domiciliar realizam todo o processo de contratação e gestão da organização dos turnos de trabalho, com a garantia de cobertura imediata em caso de folgas, faltas e até mesmo atestados, de forma que você nunca fique desassistido.


QUAL A MELHOR FORMA DE CONTRATAR CUIDADORES?

Como visto, existem muitas possibilidades de contratação, seja através empresas, aplicativos, sites e agências de emprego, em regime CLT ou autônomo, com jornada de 6, 8 ou 12 horas. Mas afinal, qual a melhor forma?

Para identificar o melhor formato para sua necessidade, a melhor forma é contratar uma empresa sólida e experiente, como a Personale Saúde, que garante a melhor experiência de cuidado ao idoso, com tranquilidade e segurança para toda a família. Nossas soluções incluem:

• Gestão de Pessoas – Encontrar profissionais qualificados e gerir faltas, atestados e férias é uma tarefa complicada, que causa transtorno e desgaste para você e sua família. Conte com nossa experiência na contratação e gestão da equipe!

• Contrato Flexível – Liberdade não tem preço! Na Personale você não fica amarrado ao contrato. Defina dias e horários conforme sua necessidade, sem prazo mínimo ou fidelidade na contratação.

• Criterioso Processo Seletivo – Nosso processo seletivo criterioso possui análise de currículo, documentos e investigação de antecedentes criminais, bem como entrevistas que garantem profissionais capacitados e confiáveis para promover o cuidado ao idoso em casa. Em média, apenas um em cada vinte profissionais candidatos é aprovado ao longo de todo o processo seletivo.

• Garantia de Atendimento – Quando algum profissional não puder comparecer ao atendimento por qualquer motivo, nossa equipe de sobreaviso dará cobertura imediata, sem que a família se preocupe ou fique desassistida.

• Isenção de responsabilidade trabalhista – É comum famílias sofrerem ações judiciais de cuidadores. Esqueça essa preocupação! Na Personale os profissionais são de nossa responsabilidade e possuem contrato.

• Redução de Custos – Esqueça a burocracia e os custos com a contratação de cuidadores e outros profissionais de saúde. Nossos valores incluem todos os encargos dos profissionais.


A verdade é que contratar cuidadores é muito fácil! Existem milhares de profissionais disponíveis no mercado e até mesmo aplicativos que fazem o entremeio de famílias e cuidadores. O problema é que cada idoso e família tem as suas necessidades e expectativas únicas que precisam ser alinhadas com o perfil, as habilidades e as competências do profissional para garantir o melhor cuidado, sem estresse e desgaste para ambas as partes.

Outro problema comum entre as famílias que contratam cuidadores é a gestão de folgas, faltas, atestados e férias. Muitas vezes, filhos e netos precisam abandonar o trabalho, os estudos e até projetos pessoais para correr até a casa do familiar idoso, pois o cuidador não pode ir naquele dia, ou naquela semana e você não vai abandonar seu ente querido.

Em nossa experiência de 25 anos, com mais de 2.000 famílias, sabemos que os níveis de estresse e desgaste são tão grandes que os envolvidos acabam desenvolvendo ansiedade, insônia e depressão. Além disso, conflitos familiares irreversíveis ocorrem durante o processo. Esqueça a burocracia de contratar e o estresse de cuidadores! Nossa equipe especialista e nosso avançado sistema de gestão garantem cobertura imediata em caso de faltas ou atestados para que seu familiar nunca fique desassistido!


Fale com um de nossos especialistas em atendimento domiciliar e conheça as nossas soluções que vão garantir o melhor cuidado para quem você ama, com toda a tranquilidade e segurança para a família, através de planos de atendimentos personalizados, com dias, horários e perfil de profissional adequado as suas necessidades e expectativas!

Mas, se você deseja correr o risco de contratar por conta própria, preparamos um material exclusivo com o passo-a-passo para a contratação de cuidadores. Clique Aqui para fazer o download acessar o material

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Quero Contratar