cuidados-pos-cirurgicos-com-idosos-em-casa-empresa-de-home-care-em-porto-alegre-cuidadores-de-idosos

Todas as pessoas após procedimentos cirúrgicos podem ficar mais vulneráveis, porém, a atenção a pacientes idosos submetidos à cirurgias, entretanto, deve ser redobrada devido aos inúmeros riscos decorrentes do período elevado de imobilidade, como complicações cardiológicas e respiratórias, trombose venosa, embolia pulmonar e infecção urinária.


Quais os cuidados com paciente Pós-cirúrgico?

Quando se trata de pessoas idosas deve-se ter um cuidado redobrado com o após uma cirurgia, isso porque os riscos de complicações são enormes e podem acabar facilitando para que se tenha infecções e outras doenças decorrentes da falta de conhecimento e trato pós-cirúrgico.  

Dependendo do tipo de cirurgia e do estado de saúde que o idoso se encontra, o cuidado pós-cirúrgico deve ser realizado por uma equipe multidisciplinar de saúde para o restabelecimento das capacidades físicas e mentais do idoso recém-operado e fornecerá maior segurança e confiança aos familiares, que saberão exatamente como proceder em cada caso.

Além disso, os familiares possuem um papel essencial nesse momento de reabilitação e devem estar bem orientados sobre como lidar com situações assim. Muitos casos e complicações podem ocorrer em um pós-cirúrgico, como por exemplo, sintomas de delírio em função do uso de determinados medicamentos, desequilíbrios eletrolítico, desidratação e anemia também são problemas bem comuns de ocorrer. Portanto, a família deve estar apta para lidar com situações assim, que são muito comuns e costumam causar susto em muitas pessoas. 

A enfermagem tem grande importância nesse processo, pois o profissional irá auxiliar para que o idoso tenha uma melhor qualidade de vida durante e após o processo de recuperação. O enfermeiro é quem identifica as necessidades específicas de cuidados com o idoso, estabelece o que é prioridade ou não no tratamento, realiza diagnósticos de enfermagem, planeja os cuidados, orientando e supervisionando os cuidadores/técnicos em enfermagem que atuam no dia a dia.


Qual a importância de acompanhamento Pós-operatório para um idoso?

No pós-cirúrgico o idoso tem toda sua estrutura corporal comprometida, então o cuidado deve ser redobrado. A família tem o papel de ajudar, mas também, de ficar atenta a qualquer sinal que o idoso possa dar de que precisa de cuidados extras. O pós-cirúrgico serve para recompor as estruturas físicas e mentais do idoso.

Contar com profissionais capacitados para realizar o cuidado no pós-cirúrgico já é uma orientação padrão dos médicos. É nesse momento que entram os enfermeiros e cuidadores. O profissional de enfermagem terá o papel de acompanhar o paciente enquanto ele está no hospital e nas primeiras semanas após a cirurgia, realizando o suporte físico, social e emocional nas atividades da vida diária e cuidados de saúde com curativos, por exemplo. Já o cuidador de idosos irá oferecer o suporte pós-operatório, ao paciente já estabilizado, porém ainda incapaz de realizar por si suas atividades de vida diária, tendo como principal função o apoio para caminhar, banho, oferta de medicações orais, além de cuidar especialmente da limpeza do local da incisão cirúrgica.

Além dos cuidados principais, o profissional home care também auxilia o idoso no que se refere ao conforto, fornecendo ajuda no vestir, na alimentação (inclusive na preparação de refeições especiais sob orientação de médico ou nutricionista) entre outros. Na maioria das vezes esse cuidado é prestado em ambiente domiciliar, embora também possa se iniciar em ambiente hospitalar.

Deve-se também observar algumas orientações dentro dos cuidados do pós-cirúrgico, como o repouso, onde o idoso deve-se manter sem realizar atividades físicas, levantar peso ou caminhar. Além disso, ele também deve seguir a prescrição dos medicamentos receitados de forma apropriada, manter uma boa alimentação e se indicado realizar fisioterapia e exercícios adequados. 


Quais são os riscos apresentados pelos idosos quando submetidos a algum procedimento cirúrgico?

Com o aumento da idade, também aumentam os riscos e complicações decorrentes de cirurgias. Idosos por exemplo possuem mais probabilidade de apresentar complicações sérias devido a repouso, que podem ocorrer depois da cirurgia. Essas complicações incluem:

  • Coágulos sanguíneo
  • Perda de músculo
  • Pneumonia
  • Infecções do trato urinário

Embora a idade do idoso seja um fator de risco, a saúde em geral e a presença de certos distúrbios aumentam o risco cirúrgico muito mais que qualquer outro fator. Por exemplo, um idoso que tenha passado por um ataque cardíaco até 6 meses antes da cirurgia tem muito mais risco que outras pessoas. 

Outros casos que aumentam o risco de cirurgias em idosos são: 

  • Insuficiência cardíaca;
  • Dor torácica (especialmente grave);
  • Problemas pulmonares, como doença pulmonar obstrutiva crônica;
  • Função renal comprometida;
  • Diabetes tipo 1;
  • Acidentes vasculares cerebrais;
  • Ataques isquêmicos transitórios anteriores;
  • Problemas com a função mental, como demência;

Também deve-se levar em conta que certas cirurgias representam mais riscos que outras, é o caso de cirurgias que envolvem abdômen, peito, remoção de próstata ou uma cirurgia importante em uma articulação (como artroplastia do quadril). Tudo irá depender do grau de saúde do idoso, se ele estiver com uma boa saúde geral a maioria das cirurgias, incluindo as consideradas de maior risco, podem ser realizadas com segurança.


Como o cuidador de idosos pode ajudar no pós-cirúrgico dos idosos?

O cuidador de idosos vai ter como papel principal auxiliar o indivíduo a dar os “primeiros passos” literalmente, rumo a melhora do seu quadro de saúde. Sua presença é fundamental para que o paciente debilitado possa se sentir mais seguro e amparado, sentimentos esses que podem ser fundamentais em sua recuperação. Além disso, evita que os familiares sejam sobrecarregados com as tarefas de cuidado.

O papel do cuidador será auxiliar o idoso com a alimentação, higiene, medicações, atividades de entretenimento, lazer e acompanhamento a passeios e consultas. E para que o cuidado seja completo fornecendo toda segurança que o idoso precisa, uma empresa completa especializada em home care.

Com mais de 25 anos de experiência no atendimento de home care em Porto Alegre, com cuidadores de idosos e técnicos em enfermagem, a Personale Saúde possui o compromisso com a melhor experiência de cuidado para as famílias, garantindo qualidade de vida e bem estar ao idoso.

Para o sucesso dos cuidados, realizamos uma Avaliação Multidimensional com nossas Enfermeiras Especialistas em Atendimento Domiciliar. Nesta visita, é possível identificar todas as necessidades de cuidado do idoso e as expectativas da família quanto ao perfil de profissional para os cuidados. Com sua visão 360 do cuidado, nossas enfermeiras avaliam o ambiente e as rotinas para sugerir adaptações que visam prevenir acidentes domésticos.

Todos estes processos de assistência e gestão de saúde com nossa equipe Assistencial ainda é acompanhado da nossa equipe Administrativa, responsável pela contratação e gestão da equipe de cuidadores e técnicos em enfermagem. Garantindo escalas de trabalho e folga sem rotatividade, além de cobertura em caso de faltas ou atestados para que sua família nunca fique desassistida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Quero Contratar