o-que-fazer-quando-idoso=-nao-aceita-cuidado-higiene-medicacao-alimentacao-empresa-de-home-care-em-porto-alegre-cuidador-de-idosos-enfermagem-domiciliar
  • 10 de março de 2022
  • José Eduardo Guterres
  • 0

A chamada “teimosia” nos idosos é algo bastante frequente e um dos cenários mais comuns entre as famílias.

No entanto, por trás de toda a teimosia, há diversas inseguranças e aflições presentes no consciente do idoso – que se encontra em uma fase totalmente nova de sua vida e, muitas vezes, não sabe lidar com o turbilhão de mudanças que o cercam.

Por isso, nesse momento tão delicado para o paciente e sua família, é importante estar ciente de alguns chamados “gatilhos” na resistência aos cuidados, onde os familiares e cuidadores têm um papel fundamental na abordagem para a conscientização da necessidade do acompanhamento – principalmente em questões como higiene, medicação e alimentação, pois, além de indispensáveis, costumam ser os motivos de maior teimosia por parte do idoso.

Mas mesmo sendo um comportamento comum, por onde começar a abordagem?

Segue o conteúdo abaixo para pegar algumas dicas de como lidar melhor com a situação. Boa leitura!

PROCURE ENTENDER O PONTO DE VISTA

Para começar, tente entender quais são os motivos do idoso para recusar o auxílio, seja de familiares ou de profissionais como cuidador ou enfermeira. Promova uma conversa amistosa, sem argumentar ou contrariar – principalmente se o paciente se mostrar agressivo -, apenas para ouvir e entender sua opinião sobre o assunto.

Geralmente, a recusa se dá pelo fato de o idoso não aceitar sua perda de independência, ou também pode ser reflexo de um quadro de demência, confusão mental, perda de memória e até alterações de personalidade que podem ser sinais de depressão.

Mas além disso, o idoso pode não concordar com o uso de medicamentos, por exemplo, por não entender muito bem a necessidade desse acompanhamento. Ou então não aceitar os cuidados, como higiene, por sentimentos como constrangimento, insegurança e até mesmo orgulho por não reconhecer que precisa desse auxílio.

Por isso o diálogo se mostra tão importante nesse primeiro momento. Entender o ponto de vista é fundamental para abordar o idoso diretamente com suas dúvidas e anseios. Entenda os motivos da teimosia e, noutro momento, traga argumentos consistentes sobre a importância da presença de um familiar ou cuidador por perto.

NEGOCIE COM ARGUMENTOS RAZOÁVEIS

Em um segundo momento de conversa com o idoso, negocie a ajuda com argumentos completos.

Se for o caso dele não aceitar a medicação, explique porque ele precisa deste acompanhamento e sua importância em seu tratamento. Caso tenha exemplos, cite casos anteriores de pessoas que desconfiaram da necessidade da medicação, mas estavam enganadas – utilizando-as mais tarde de qualquer forma.

É preciso ter em mente que o idoso precisa sentir confiança tanto do familiar quanto do cuidador, e enxergá-los não apenas como a figura provedora de cuidados, mas como uma companhia para auxiliar o idoso nas atividades da vida diária (AVD’s), além de oferecer um suporte social e emocional.

Caso queira contratar um cuidador de idosos profissional, busque trazer para a conversa o fato de que a própria família não tem disponibilidade total de acompanhá-lo e que o profissional prestará auxílio parcial (ou total) em todas as suas necessidades, lhe trazendo conforto, bem-estar e qualidade de vida no conforto de sua casa, servindo até para sua segurança.

PROCURE AJUDA MÉDICA

Outra abordagem que pode ser feita é procurar ajuda médica, pois muitos idosos têm grande respeito e confiança pela opinião de seu médico. Dessa forma, você pode conversar em particular com o médico sobre a necessidade do paciente em seguir a orientação deste profissional.

Desta forma, quando o idoso for consultar, sozinho ou mesmo acompanhado de um familiar, pode-se abordar o assunto com o respaldo médico.

Medicação

No caso da medicação, a presença do médico responsável é indispensável. Somente ele é capaz de explicar a necessidade da medicação, o efeito em seu organismo, o que pode acontecer caso não leve o tratamento adiante. Além disso, o médico é responsável por prescrever e suspender o uso das medicações e não o idoso se automedicar ou auto suspender algum medicamento.

Mesmo que os familiares estejam cientes de tudo isso, muitas vezes a teimosia por parte do idoso tende a ser maior com a família, pelo fato de sentirem orgulho ao receber “ordens” e cuidados de seus filhos, irmãos, companheiros e assim por diante.

Alimentação

Quando o idoso resiste aos cuidados na alimentação, não apenas a orientação médica como também a orientação de um nutricionista pode ser de grande relevância.

O profissional de nutrição pode esclarecer as dúvidas do paciente, promover diálogos esclarecedores tanto para o idoso quanto sua família, além de, claro, desenvolver uma dieta adequada para sua rotina e seu estilo de vida – promovendo saúde e bem-estar para o núcleo familiar.

Higiene

Para higiene, mesmo esquema: relembre o quanto estas rotinas são fundamentais para sua saúde e busque, ao máximo, deixá-lo confortável – principalmente no que se refere à higiene íntima.

Este é um dos tópicos que mais demanda atenção, justamente por incluir a insegurança e até mesmo o desconforto – como comentamos acima. A empatia nesses momentos é fundamental, entender que, independentemente da necessidade, ter alguém lhe atendendo na higiene pessoal é algo totalmente novo, e nem todos se sentem confortáveis com isso. Mantenha o diálogo e escute o que o idoso pensa a respeito.

A IMPORTÂNCIA DE UMA GESTÃO COM EXPERIÊNCIA

Considerando, então, o nível de complexidade que o idoso e a família enfrentam com o processo de envelhecimento e dependência, compartilhar a sobrecarga com alguém especializado no cuidado e acompanhamento pode ser extremamente benéfico para a relação e a saúde do núcleo familiar como um todo.

Mas no processo de contratação de cuidadores de idosos em Porto Alegre, precisamos destacar a importância de uma gestão com experiência – como a da Persdonale Saúde, que possui 25 anos de atuação em Home Care -, preparada para observar e agir de acordo com as circunstâncias que o paciente e seus familiares se encontram. Pois, inevitavelmente, a família coloca um “desconhecido” dentro de sua casa para acompanhar um ente querido em todas as atividades do dia a dia. E para tal, é fundamental haver confiança não apenas por parte do idoso, mas principalmente por parte da família.

Nesse cenário, o cuidador de idosos, quando supervisionado por uma equipe de enfermeiros especialistas em atendimento domiciliar, promove um atendimento de maior qualidade e abrangência – se tornando, como dito anteriormente, uma peça fundamental até mesmo para a segurança do idoso, além de um grande aliado no enfrentamento das mudanças de comportamento e teimosias por parte do paciente.

O ACOLHIMENTO DA EMPRESA DE HOME CARE COM A FAMÍLIA

Para as famílias, é muito importante ter o acolhimento de uma empresa de home care, para garantir um atendimento personalizado, de acordo com as necessidades e expectativas do idoso, através do cuidado humanizado profissionais altamente capacitados.

Atualmente, podemos contar com modelos de home care que fornecem, além dos cuidados, atendimento de profissionais da enfermagem, psicologia, fisioterapia e muito mais. Tudo isso em casa, no conforto do lar e ao lado de familiares e entes queridos.

Na Personale Saúde, são 25 anos oferecendo a melhor experiência em cuidado domiciliar, contando com a contratação, gestão e monitoramento da nossa equipe multidisciplinar de saúde. Sendo, sem dúvidas, a melhor escolha para aqueles que optam por contratar cuidadores de idosos em Porto Alegre e na região metropolitana.

Além disso, nossos cuidadores possuem supervisão 24h com enfermeiros especialistas, que fazem uma avaliação inicial das necessidades e expectativas de cada família e paciente – apontando um perfil profissional adequado para o caso e ainda realizam visitas mensais para acompanhar os cuidados e ter uma reavaliação clínica.

Quer saber mais? Fale com um de nossos especialistas em atendimento domiciliar, agende uma avaliação gratuita e saiba como proporcionamos qualidade de vida e bem-estar ao idoso em sua casa! Clique aqui para conhecer o nosso passo-a-passo do processo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Quero Contratar