• 24 de agosto de 2021
  • joseguterres
  • 0

Com o envelhecimento populacional e o aumento no número de idosos, uma das profissões que ganha mais destaque a cada dia é a de Cuidador! Embora estes profissionais estejam em foco no mercado de trabalho, a profissão ainda não possui uma regulamentação própria. Por este motivo, ainda encontramos muitos profissionais atuando em algumas condições inadequadas e, dentre elas, destacamos a jornada de 24 horas!

É muito comum verificar profissionais cuidadores cumprindo turnos de 24 horas – as vezes até mais do que isso -, nas residências dos idosos. Pois, desta forma, a família tem a necessidade de gerenciar apenas duas ou três pessoas que se revezam para garantir o cuidado do idoso.

Embora este formato de contratação seja mais atrativo para os familiares e até para algumas empresas que fazem gestão de pessoas, não é recomendado que o cuidador trabalhe mais do que 12 horas por dia! Entenda os motivos!

Sobrecarga de trabalho

Tanto a família que contrata, quanto o cuidador, precisam ter ciência de que ficar acordado por 24 horas consecutivas impacta diretamente na saúde do cuidador e deve aumentar seus níveis de estresse. E através de nossa experiência de 25 anos, sabemos que num curto ou médio prazo haverá sobrecarga de trabalho e o profissional vai deixar a desejar nos cuidados com o idoso.

Este distúrbio psíquico, também conhecido como Síndrome de Burnout, leva o profissional ao esgotamento físico, social e/ou emocional, podendo causar depressão profunda e outros problemas graves de saúde ao cuidador.


Negligência no cuidado

Outro ponto importante de se destacar no caso de profissionais que trabalham 24 horas ou mais, é que o cuidador vai precisar dormir durante a jornada de trabalho, afinal é extremamente prejudicial à saúde ficar acordado por um período tão longo. E isso é um grande problema, pois enquanto dorme o cuidador acaba negligenciando o cuidado e eleva significativamente os riscos de quedas e acidentes domésticos dos idosos.

Sabia que mesmo com cuidados 24 horas por dia, idosos ainda sofrem quedas em casa? 

Na maioria dos casos, as quedas ocorrem à noite e ocasionam fraturas que agravam seriamente a saúde e as capacidades do idoso. Isso acontece, pois ao acordar e se deparar com o cuidador dormindo, o idoso “não quer atrapalhar” e se sente capaz de se deslocar sozinho.


Aumento de custos

Muitas famílias e empresas acreditam que a jornada de 24 horas reduz os custos, pois exige menos pessoas e menos transportes. No entanto, a realidade é totalmente diferente, pois como vimos anteriormente, a sobrecarga de trabalho vai desgastar rapidamente os profissionais e aumentar o turnover (taxa de rotatividade), o que causa um aumento significativo nos custos da família.

Além disso, observamos que a negligência dos cuidados que ocorre pela jornada de 24 horas causa acidentes e, a partir destes eventos, gera custos médicos, hospitalares, operacionais e, principalmente, impacta a vida e a saúde de quem amamos.

Por fim, estas jornadas exorbitantes, de 24, 48, 72 horas ou mais, são as principais causas de ações trabalhistas. Por isso é fundamental respeitar a legislação e, acima de tudo, o profissional cuidador.


Jornada adequada

Não existe uma única jornada que seja recomendada para todos os casos, afinal cada idoso tem necessidades únicas que necessitam ser analisadas minuciosamente para definir a jornada e interjornada do cuidador, a fim de garantir o melhor cuidado para o idoso e o melhor aproveitamento profissional do cuidador.

Há casos em que se recomenda turnos de 6 horas ou 8 horas diárias, mas comumente o cuidador deve atuar em jornada de 12 horas de trabalho com interjornada de 36 horas de descanso. Este formato permite que o profissional não sofra sobrecarga de trabalho e minimize os riscos da perda na qualidade do atendimento.


FIQUE ATENTO!

Atualmente ouvimos falar muito no cuidado com o cuidador de idosos, pois muitos profissionais são submetidos a jornadas de trabalho excessivas, o que impacta diretamente a qualidade do cuidado oferecido ao idoso e vimos como isso acontece na prática no texto acima!

Portanto, evite profissionais cuidadores e empresas de cuidadores que oferecem jornadas de 24 horas ou mais, pois em um curto espaço de tempo estes profissionais estarão sobrecarregados e não terão mais capacidade de oferecer o cuidado e a atenção para seu familiar idoso.

Se você quer oferecer o melhor cuidado para quem você ama e a tranquilidade e segurança para toda família, conte com a gente! Para garantir o melhor atendimento aos nossos pacientes e a melhor experiência para nossos profissionais, nossos enfermeiros especialistas realizam uma avaliação multidimensional com cada idoso, identificam suas necessidades e expectativas a fim de elaborar um plano de cuidados personalizados.

São 25 anos de experiência e mais de 2.000 famílias atendidas com excelência!

Fale com um de nossos especialistas em atendimento domiciliar e conheça nossas soluções!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Quero Contratar